Vamos dialogar?


22110964

Na última terça-feira, a Turquia foi alvo de mais um ataque terrorista suicida deixando mais de trinta mortos. Já foram vários este ano. A peculiaridade está nos autores – a maioria foi assumida por um grupo de curdos. Estes, cerca de 26 milhões de pessoas, são a maior etnia sem um Estado próprio no mundo. A luta já vem de décadas. Passa pelo direito de usar a sua própria língua em escritos e na mídia, até a soberania sobre o “seu” território.

Milhares de pessoas já perderam suas vidas nesta luta. Uma guerra que denuncia a falta de diálogo e de tolerância entre pessoas de diferentes etnias. Quantos inocentes mais terão que perder suas vidas até que se perceba que o respeito mútuo e o diálogo são a melhor opção?

Mas não é só do outro lado do mundo que falta diálogo. Isto me faz pensar sobre como os nossos relacionamentos poderiam ser melhores se o diálogo prevalecesse. Quantas vezes fingimos não ouvir e calamos ao invés de nos aproximarmos dos outros com “espírito” aberto?

Mas para dialogar há alguns pré-requisitos importantes: é preciso ter sua identidade bem firmada – estar seguro de quem se é, do valor que não se abre mão de jeito nenhum e o que é negociável. É preciso reconhecer que o outro também tem valores “inegociáveis” que precisam ser respeitados. A partir daí podemos estabelecer o que temos em comum e começar a dialogar.

Entretanto, a maioria das tentativas de diálogo fracassa no primeiro pré-requisito: quem sou eu? As definições vagas de identidade levam a diálogos frágeis. O jeito para encontrar segurança e identidade é voltar para Deus que nos diz quem somos: criaturas de Deus, amadas por Ele! Nada nos separa de seu amor, e, em Cristo, somos seus filhos e herdeiros da vida eterna.

A identidade e segurança que o amor de Deus nos dá estão acima de qualquer outro valor neste mundo, mesmo que seja a nossa língua ou etnia. O amor de Deus pelas pessoas é universal e é fundamento sólido para o diálogo em qualquer lugar do mundo e em qualquer esfera de relacionamento. Deus ama a mim e ama a ti, vamos dialogar?

            Joelson R. Drehmer

(Pastor da IELB)

e-mail: joelsonrd@yahoo.com.br