36 - Lc 21.33 - 13-11-19

Tem coisas que não mudam

            Esta semana lembramos os 130 anos da proclamação da república no Brasil. Uns falam que foi um avanço, outros, um retrocesso. Não entrando nesse mérito apenas destacamos que esse acontecimento foi marcante em nossa história e, de fato, trouxe mudanças em toda a nossa sociedade.

            Assim é a vida: de tempos em tempos acontecimentos marcantes mudam a história. Descoberta de medicamentos e tratamentos médicos, tecnologia de informação, fatos históricos, a vida está em constante mudança, quer gostemos ou não. Não sabemos o que nos espera no futuro, nem temos como prever que mudanças ocorrerão no mundo. Mas uma coisa sabemos: ainda temos os mesmos medos, dúvidas, angústias, anseios e sofrimentos…

             A questão existencial agora é saber como vamos encarar esse novo mundo em transformação frente aos nossos velhos sentimentos. Parece que já não estamos sabendo lidar com isso hoje, basta ver quantas pessoas sofrem com doenças emocionais. Em meio a tantas transformações é preciso ter um rumo seguro na vida, algo que dê a direção certa, que não muda, é seguro e não falha. Nesse sentido, nada melhor do que a Palavra de Deus.

            Em Lc 21.33 diz: “O céu e a terra desaparecerão, mas as minhas palavras ficarão para sempre.” Jesus, diante de um mundo que muda o tempo todo e caminha para seu fim, afirma que sua palavra permanece para sempre. Um alento a vida do aflito, que em meio a tantas revoluções, tem em Jesus a segurança que precisa para enfrentar os novos dilemas da vida, sejam os de hoje, sejam os de amanhã. Pense nisso. Amém.

Pastor André Silva

Capelania São Mateus