Reforma Renova


03 - Rm 1.17 - 31-10-18

Pois o evangelho mostra como é que Deus nos aceita: é por meio da fé, do começo ao fim. Como dizem as Escrituras Sagradas:

“Viverá aquele que, por meio da fé, é aceito por Deus.” – Rm 1.17

 

A Reforma da Igreja de 1517, liderada por Martinho Lutero, deu origem a igreja luterana. Isto não era a vontade de Lutero. Sua ideia ao escrever suas 95 teses era promover um debate na igreja sobre algumas práticas que estavam em desacordo com a Palavra de Deus, principalmente na comercialização de Indulgências (espécie de carta que oferecia perdão dos pecados a quem as adquirisse). O que ele não podia imaginar que aquelas simples palavras pregadas nas portas da Catedral de Wittenberg, Alemanha, fossem “colocar fogo no mundo”.

Depois das 95 teses a reforma era um caminho sem volta.  Lutero, movido pela sua fé em Cristo Jesus, enfrentou com coragem os desafios que surgiram e promoveu não apenas uma mudança na igreja, mas no mundo. A reforma renovou a igreja e o modo de pensar do Séc. XVI e seus avanços fazem diferença nos nossos dias até hoje.

O que motivou Lutero foi a sua fé. Fé descoberta na Palavra de Deus. E como a rosa que ele mesmo desenhou mostra: no centro de tudo sempre está Jesus, pois Cristo é o único que reforma e renova vidas, para um novo mundo. Amém.

Pastor André Silva

capelania@saomateus.g12.br