21 - Higiene do coração

Higiene do coração

 

Uma das coisas que já se tornou parte da nossa rotina devido a pandemia é o cuidado com a higiene das mãos. Nos acostumamos a passar álcool e levar as mãos constantemente já que essa uma das formas mais eficiente de evitarmos não somente a covid, mas muitas outras doenças. Mas parece que Jesus e seus discípulos não sabiam disso em Marcos 7.5, quando são criticados por não lavarem as mãos antes de comer.

Acontece que a higiene não era a preocupação daqueles que criticavam Jesus. O que havia ali um problema religioso. Fazia parte da tradição religiosa o lavar de mãos e alimentos, pois o entendimento era que eles podiam acabar contaminados pelos pecados de outras pessoas. Jesus, citando o profeta Isaías, diz: “Deus disse: Este povo com a sua boca diz que me respeita, mas na verdade o seu coração está longe de mim.” (Marcos 7.6).

Jesus mostra que não é higienizando as mãos que alguém se vê livre do pecado. É preciso higienizar o coração. Uma higiene que somente Deus pode fazer, quando ele, pela sua palavra, nos ensina que o que mais importante não são cerimonias e tradições, e sim, amarmos uns aos outros, assim como ele nos mostrou o seu amor por meio de Jesus.

Para evitar doenças é fundamental higienizar as mãos. Para fazer a vontade de Deus é fundamental higienizar o coração com o perdão e amor de Jesus. Só Jesus nos purifica de todo mal e nos liberta para vivermos conforme a vontade de Deus – em sincero amor. Amém.

Capelania São Mateus