Combustível  


fe_fc3a9-exp

Cada pessoa tem algo que lhe põe em movimento. Para alguns é o trabalho, outros a diversão, uns a família, outros o dinheiro… Cada um tem o “combustível” que lhe move.

Olhando a reportagem do Fantástico no último domingo, que relatava a perseguição e morte dos cristãos no Oriente Médio, fiquei refletindo no que põe o cristianismo em movimento. A causa primeira, obviamente, é o próprio Deus que pela sua Palavra cria, sustenta e põe em movimento o seu povo. É pela pregação de sua Palavra que cria e mantém acesa a chama da fé. Falando em nível de relacionamentos interpessoais, o combustível são as necessidades das pessoas. Sempre que surge a necessidade, o amor põe em movimento ações concretas de ajuda.

Contudo, olhando para a História, vemos várias tentativas de apagar esta chama cristã. O cristianismo sofreu duras perseguições ao longo da História. Entretanto, toda esta lenha ao invés de dar na cabeça e apagar a chama, acabou alimentando o fogo da fé.

A fé cristã não se encolhe frente às dificuldades e perseguições, pelo contrário, as mesmas servem de combustível. É nas épocas mais escuras da história que a luz da fé brilha mais forte. Como afirma o apóstolo Pedro: “Essas provações são para mostrar que a fé que vocês têm é verdadeira. Pois até o ouro, que pode ser destruído, é provado pelo fogo. Da mesma maneira, a fé que vocês têm, que vale muito mais do que o ouro, precisa ser provada para que continue firme. E assim vocês receberão aprovação, glória e honra, no dia em que Jesus Cristo for revelado.” (1 Pedro 1)

As provações são fogo, pois em meio a elas, além do calor da fé aquecer o próximo, se eleva mais os olhos para Deus. Se olha menos para as aflições e comodidades do tempo presente e mais para a glória futura. Tenta-se segurar menos as coisas nas próprias mãos e se coloca a vida e tudo mais nas mãos de Deus.

Os baldes da água fria da perseguição sempre foram combustível para a fé cristã. Olhando para a História entendemos a bem-aventurança de Jesus: “Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus, pois o Reino do Céu é delas. Felizes são vocês quando os insultam, perseguem e dizem todo tipo de calúnia contra vocês por serem meus seguidores.” (Mateus 5)

Joelson R. Drehmer

(Pastor da IELB)

e-mail: joelsonrd@yahoo.com.br